Prefeitura Municipal de Erechim - Prefeitura propõe fazer pista exclusiva de acesso à UFFS
Conteúdo
A+ A-

https://www.pmerechim.rs.gov.br/noticia/9562/prefeitura-prope-fazer-pista-exclusiva-de-acesso--uffs

12/03/2015

Prefeitura propõe fazer pista exclusiva de acesso à UFFS

EGR aguarda projeto para permitir que município execute obra  

Prefeitura propõe fazer pista exclusiva de acesso à UFFS

 

A prefeitura de Erechim quer construir uma pista exclusiva de acesso à Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), na RS-135. A entrada, proposta para ser construída cerca de 400 metros antes do trevo da universidade, é necessária para que os condutores possam ingressar com segurança ao campus. A prefeitura apresentou a ideia para a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), que aguarda o projeto da obra para permitir que o município possa executar.

 

 

 

A prefeitura aponta a construção do acesso como a solução mais rápida para que a UFFS possa retornar as aulas. A instituição suspendeu as atividades no campus após o acidente no trevo da universidade, envolvendo um caminhão e um ônibus de transporte urbano, no último dia 27. A justificativa é de que o trevo não oferece segurança.

 

 

 

Em reunião na EGR, nesta quarta-feira (12), em Porto Alegre, o prefeito de Erechim, Paulo Polis, apresentou proposta inicial para a nova entrada ao diretor-presidente da empresa, Nelson Nunes, ao gerente de engenharia, Luís Vanacor, e ao diretor técnico, Milton Cypel. De acordo com Polis, a EGR declarou concordar com a execução. Entretanto, a empresa exige o projeto assinado por um responsável técnico para autorizar a obra. Para isso, a prefeitura vai licitar o projeto.

 

 

 

“Nós queremos começar esta obra já nos próximos dias. Nossa proposta é de fazer uma pista exclusiva para que os condutores que andem no sentido Erechim – Passo Fundo entrem no campus. Como o trecho é de competência do Estado, precisamos da autorização da EGR para intervirmos. Assim que tivermos a permissão, vamos concentrar todas nossas equipes na obra, para que a universidade possa retornar o mais rápido possível às aulas”, afirmou.

 

 

 

Polis justifica a intervenção do município. “Ter segurança foi condição imposta em assembleia dos estudantes da UFFS. É isso que queremos garantir. Erechim tem uma Universidade Federal, pela qual lutou tanto para conquistar. A prefeitura viabilizou o terreno, em cerca de R$ 4 milhões, deu todo o apoio político para que a obra acontecesse. Agora, depois de todo esforço, não podemos deixar que fique parada.”