Prefeitura Municipal de Erechim - Açudes abrem portas para novos negócios
Conteúdo

https://www.pmerechim.rs.gov.br//noticia/8025/audes-abrem-portas-para-novos-negcios

24/01/2014

Açudes abrem portas para novos negócios

Açudes abrem portas para novos negócios

 

Com reservas de água, agricultores planejam ampliar variedade de produção

 



 

A criação de novos açudes dá a possibilidade de os agricultores planejarem diversificar sua produção no campo. Com as reservas de água, é possível planejar para qualquer época do ano culturas que necessitam de irrigação ou que só podem ser cultivadas em espaços cobertos, como estufas. Somente para o início deste ano, a Secretaria Municipal de Agricultura já tem cronograma para abrir quatro novos açudes em Erechim.

 

A criação dos açudes faz parte do Programa Estadual de Irrigação, que é feito em conjunto entre as secretarias de Agricultura e de Meio Ambiente de Erechim e a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR). Durante esta semana foi aberto o primeiro dos quatro açudes, na propriedade de Ademir Andreola, na comunidade São Brás, no interior de Erechim. Entretanto, há mais açudes em fase de planejamento.

 

Ademir, que planta pêssegos, caquis, uvas e laranjas, conta que agora pretende montar uma estufa para plantar legumes e verduras. “Agora que vou ter essa reserva de água, poderei fazer irrigação em locais cobertos. É um negócio a mais que posso ter, além das frutas que já produzo e comercializo”, afirmou.

 

Os projetos técnicos dos açudes são elaborados pelo escritório municipal da Emater-RS. Cada unidade de produção familiar beneficiada recebe 80% do valor para fazer o açude e dá 20% de contrapartida. Em média os agricultores investem cerca de mil reais e o programa subsidia cerca de R$ 5 mil.

 

 

 

De acordo com engenheiro agrícola da Emater Cezar da Rosa, o programa proporciona mais renda nas propriedades. “Esta é uma forma de fortalecer o agricultor no campo, com a possibilidade de aumentar a renda. Muitos, como é o caso do Andreola, montam estufas, outros criam peixes, entre tantas outras medidas que ampliam a variedade de produtos. É mais um motivo para que ele permaneça no campo”, avaliou.

 

 

 

O secretário de Agricultura de Erechim, Luis Parise, que visitou a propriedade de Andreola na última quinta-feira (23), destaca que é comum encontrar famílias beneficiadas com mais de um programa para a agricultura. “Aqui na do Andreola, além do açude para a irrigação que está sendo construído, temos o programa das mudas também, que são cedidas pela secretaria municipal. Somente de pêssego, a propriedade tem cinco hectares”, conta.