Prefeitura Municipal de Erechim - Secretaria de Saúde leva projeto Samuzinho para as escolas de Erechim

04/10/2022

Secretaria de Saúde leva projeto Samuzinho para as escolas de Erechim

A Prefeitura de Erechim, através da Secretaria de Saúde, leva até às escolas de Erechim o projeto “Samuzinho”. A atividade é desenvolvida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e pela Rede de Urgência e Emergência do município.

Conforme explica a secretária de Saúde, Eclesan palhão, o “Samuzinho” é voltado a crianças e jovens das escolas públicas municipais de Erechim. “O objetivo do projeto é ensinar, de uma forma lúdica, noções de primeiros socorros e prevenção de acidentes domésticos e em ambiente escolar”, disse a titular da pasta de Saúde.

A equipe responsável pelo treinamento nas escolas é a equipe da Rede de Urgência e Emergência do município as ações já ocorreram até o momento em duas escolas, com a participação de 150 alunos da Escola Paiol Grande e cerca de 100 estudantes na Escola Dom Pedro.

O objetivo do projeto é informar sobre prevenção de acidentes. As crianças e jovens são informadas também sobre os perigos de mexer em uma tomada elétrica e no fogo, assim como outras ações que podem ser evitadas e gerar mais segurança em casa, nas ruas e no ambiente escolar.

Desenvolvido com o apoio da Secretaria de Educação, o projeto tem cronograma periódico e pretende percorrer todas as escolas municipais de Erechim. “Dessa forma, também é possível despertar nessas crianças o desejo de serem futuros profissionais de saúde”, afirma a secretária de Saúde.

Segundo a coordenadora da Rede de Urgência e Emergência, Elaine Strassburg, a melhor ferramenta para um futuro melhor é ensinar as crianças sobre assuntos que podem salvar vidas. “Esses pequenos estão tendo um aprendizado importante para o futuro, sabemos que as crianças levam esse ensinamento além da escola para seus familiares, o que também é decisivo para a escolha de uma profissão lá na frente”, destaca a coordenadora.

A secretária de Saúde ainda destaca que os estudantes também aprendem sobre o uso apropriado do telefone 192, porque e quando chamar o Samu, prevenção de acidentes e os perigos dos trotes ao Samu. “Os estudantes aprendem a desmistificar ideias errôneas comumente associadas a impulsos na busca do auxílio à saúde. O Projeto Samuzinho oferece instruções relevantes de uma maneira mais descontraída. São informações muito importantes, essenciais para o dia a dia, e as crianças e jovens conseguem absorver esses ensinamentos de maneira extremamente lúdica e didática”, finaliza Eclesan Palhão que deu o início as atividades na instituição de ensino do Bairro Progresso.