Prefeitura Municipal de Erechim - Sábado é Dia de Multivacinação em todas as UBSs de Erechim

https://www.pmerechim.rs.gov.br/noticia/16919/sbado--dia-de-multivacinao-em-todas-as-ubss-de-erechim

19/08/2022

Sábado é Dia de Multivacinação em todas as UBSs de Erechim

Sábado é Dia de Multivacinação em todas as UBSs de Erechim

A Prefeitura de Erechim, através da Secretaria de Saúde, realiza neste sábado (20) o Dia D de Multivacinação. Além das doses contra Covid-19 e Influenza, 18 tipos de vacinas estarão disponíveis para que a população atualize a carteira de vacinação.

As crianças menores de 1 ano devem receber a dose que estiver em atraso ou a vacina prevista na rotina. Já as crianças de 1 a 4 anos, 11 meses e 29 dias devem receber uma dose extra da vacina pólio oral (gotinha), desde que já tenham recebido 3 doses da vacina inativada contra pólio (VIP).

Desde 8 de agosto, Erechim realiza a Campanha Nacional contra a Poliomielite e Multivacinação. O objetivo é alcançar cobertura vacinal igual ou maior que 95% para a vacina poliomielite na faixa etária de 1 a menores de 5 anos de idade, além de reduzir o número de não vacinados de crianças e adolescentes menores de 15 anos e melhorar as coberturas vacinais, conforme o Calendário Nacional de Vacinação.

Estarão abertas todas as 10 Unidades Básicas de Saúde da zona urbana do município para aplicar as doses das vacinas que compõem o Calendário Nacional de Vacinação, das 8h às 14h, sem fechar ao meio-dia.

“Vamos ofertar, novamente, atendimento exclusivo para vacinação para alavancar a aplicação das doses não só da Covid-19, mas das demais vacinas que possam estar atrasadas nas carteiras de vacinação tanto das crianças como dos adolescentes e dos adultos. Também vamos disponibilizar as doses contra pólio. Estamos em uma situação em que precisamos recuperar a cobertura vacinal para todas as vacinas recomendas pelo Plano Nacional de Imunização. Não queremos assistir o retorno de doenças que podem ser prevenidas, como ocorreu com o sarampo”, alerta a secretária de Saúde, Eclesan Palhão.

A atualização da situação vacinal aumenta a proteção contra as doenças imunopreveníveis, evitando a ocorrência de surtos e hospitalizações, sequelas, tratamentos de reabilitação e óbitos. A mobilização nacional é uma estratégia adotada pelo Ministério da Saúde desde 1980.