Você está em: Home / Notícias / Hemocentro: mais uma obra do Investe + Erechim para qualificar a saúde pública

NOTICIAS

A+ A- texto
normal

GERAL
13 de Maio de 2022

Hemocentro: mais uma obra do Investe + Erechim para qualificar a saúde pública

Construção da sede do Hemocentro será referência para o Alto Uruguai e faz parte do maior programa de investimentos da história do município, que conta também com recursos da Câmara de Vereadores, do governo estadual e emenda parlamentar. O edital de licitação está marcado para o dia 8 de junho

 

Saúde e Bem-Estar é um dos eixos do programa municipal Investe + Erechim, que tem como meta atingir R$ 1 bilhão em investimentos públicos e privados. O maior plano de obras e serviços da história de Erechim tem como foco principal melhorar a qualidade de vida das pessoas fortalecendo a saúde pública. Um destes projetos que será feito com recursos do Investe + Erechim, será a construção da sede da Associação Beneficente dos Receptores de Sangue de Erechim, também conhecida como Banco de Sangue do Alto Uruguai. O edital de licitação está marcado para o dia 8 de junho. A obra também conta com recursos da Câmara de Vereadores de Erechim,do governo estadual e emenda parlamentar.

Saúde é prioridade

O prefeito de Erechim, Paulo Polis, afirma que o programa Investe + Erechim busca soluções para fazer o município avançar, ainda mais. “E a construção da nova sede do Banco de Sangue é uma destas soluções, que terá 726 metros quadrados e será cinco vezes maior que o atual espaço,que hoje tem muitas dificuldades em realizar o serviço com este insumo essencial para a saúde: o sangue”, explica.

O Investe + Erechim vai investir R$ 2 milhões na nova sede do Banco de Sangue, qualificando este serviço fundamental para o funcionamento da saúde pública”, afirma o prefeito Paulo Polis.

Polis acrescenta que o objetivo do Banco de Sangue é coletar, por meio de doação, ordenar e fazer a manutenção do sangue de forma beneficente. “A nova sede vai melhorar todo o trabalho de processamento, armazenamento e abastecimento de sangue e seus hemocomponentes aos serviços prestadores de saúde de Erechim e região (hospitais) e, consequentemente, beneficiar a população que utiliza o sistema público de saúde (SUS)”, explica.

20 áreas

Segundo o vice-prefeito, Flávio Tirello, o eixo Saúde e Bem-Estar do Investe + Erechim envolve o novo Hemocentro e outras 20 diferentes áreas como, por exemplo, concessão do saneamento, investimentos públicos para idosos e outras entidades, combate à violência contra a mulher, redução da fila de espera para consultas, exames e cirurgias. “Totalizando cerca de R$ 185 milhões em investimentos público-privados”, afirma.

“O programa Investe + Erechim já está em execução com serviços e obras para reestruturar a saúde e os serviços públicos, tornando eles mais ágeis e eficientes. E o Banco de Sangue integra esta mudança como muitos outros investimentos”, ressalta o secretário de Gestão e Governança, Edgar Marmentini.

Falta de espaço

Conforme o presidente do Banco de Sangue de Erechim, Alexandre Lyrio, “a grande deficiência atual do Banco de Sangue é a sua estrutura física, uma vez que se encontra instalada num local adaptado, com aproximadamente 140 metros quadrados, que não mais atende às necessidades para a execução de um trabalho satisfatório”, explica. E, acrescenta, “todo o trabalho hoje desenvolvido pela diretoria e corpo técnico do Banco de Sangue encontra um limitador externo e que foge de sua alçada para solucionar, que é o espaço físico”.

O presidente do Banco de Sangue explica que a Associação Beneficente dos Receptores de Sangue de Erechim é a única instituição que fornece sangue, componentes e derivados aos serviços de saúde de Erechim e região, em especial, à Rede de Atenção Terciária.

Ser referência

Segundo Alexandre Lyrio, o Banco de Sangue do Alto Uruguai, busca, ainda, ser centro de referência na região da AMAU, para aproximadamente 240 mil habitantes, mantendo estoque de sangue e hemocomponentes compatíveis com as necessidades da região, prestando excelente atendimento aos doadores, bem maior de uma unidade hemoterápica.

Mais informações

O presidente do Banco de Sangue comenta que a instituição tem como missão disponibilizar à população, através de seus serviços, acesso ao atendimento hemoterápico e hematológico de qualidade, atendendo as necessidades relacionadas a estes serviços da região de abrangência da Associação dos Municípios do Alto Uruguai Gaúcho (AMAU), num contingente populacional de, aproximadamente, 240 mil habitantes.

“Além disso, visa atender ao cumprimento das normas e dispositivos legais; implementar e manter o sistema de gerenciamento informatizado; investir na melhoria continuada dos processos, produtos e serviços; promover a capacitação e autoconhecimento de seus colaboradores; promover e estimular a atividade de ensino e pesquisas com instituições parceiras; disponibilizar e otimizar os recursos adequadamente; buscar a fidelização dos doadores através de uma unidade hemoterápica perene e autossustentável”, explica.

A Associação Beneficente dos Receptores de Sangue de Erechim é uma entidade privada, sem fins lucrativos e de caráter filantrópica criada em 07 de novembro de 1988, por entidades representativas da sociedade erechinense.