Você está em: Home / Notícias / 60 ruas num total de 15,5 quilômetros de melhorias, nos três primeiros meses em Erechim

NOTICIAS

A+ A- texto
normal

OBRAS E HABITAÇÃO
20 de Abril de 2022

60 ruas num total de 15,5 quilômetros de melhorias, nos três primeiros meses em Erechim

 

No total foram recuperadas 25 ruas com aproximadamente 5,1 quilômetros de melhorias; recapeadas 13 ruas sendo 3,9 quilômetros de intervenções; e, asfaltadas 22 ruas com cerca de 6,5 quilômetros de novas pavimentações, em diferentes bairros do município

Manter em dia a infraestrutura viária de Erechim, deixando as vias em boas condições de uso, proporcionando bem-estar à comunidade. Assim, neste primeiro trimestre (janeiro, fevereiro e março), a Prefeitura de Erechim, por meio da Secretaria de Obras Públicas, Habitação, Segurança e Proteção Social, melhorou 60 ruas do município num total de 15,5 quilômetros de vias recuperadas, recapeadas e com novos asfaltos.

Conforme o secretário de Obras Públicas, Habitação, Segurança e Proteção Social, Mario Rossi, no total foram recuperadas 25 ruas com aproximadamente 5,1 quilômetros de melhorias; recapeadas 13 ruas sendo 3,9 quilômetros de intervenções; e, asfaltadas 22 ruas com cerca de 6,5 quilômetros de novas pavimentações, em diferentes bairros do município.

O secretário comenta que o trabalho, deste primeiro trimestre, foi bem diversificado e envolveu ações pontuais, como pequenos reparos, mas também, a recuperação das principais ruas de um único bairro, como foi o caso do Jabuticabal em que 13 vias foram recuperadas e asfaltadas.

Noutras ações, explica o secretário, a pavimentação criou rotas alternativas na área urbana do município beneficiando tanto os moradores, no dia a dia, como também o comércio local, a exemplo da pavimentação da rua Jacinto Godoy, e Demétrio Acosta e Ludovico Santolin, que se ligam à rua Sergipe e também a BR 153, desafogando o trânsito no entroncamento da rua Sergipe com a rua Francisco Ferdinando Losina.

O secretário afirma que as obras continuam e seguem a mesma lógica, regionalizando as ações, para otimizar o tempo de serviço, os servidores e os recursos públicos.