Você está em: Home / Notícias / Habitação: fazer a diferença na vida das pessoas

NOTICIAS

A+ A- texto
normal

OBRAS E HABITAÇÃO
02 de Fevereiro de 2022

Habitação: fazer a diferença na vida das pessoas

Melhorar a vida de quem mais precisa, renovando ou com um novo lar. Esse é o objetivo do programa municipal Reforma e Ampliação de Moradias da Prefeitura de Erechim, que já faz a diferença para 42 famílias do município. A iniciativa é realizada por meio da Secretaria de Obras Públicas, Habitação, Segurança e Proteção Social e coordenação do Departamento de Habitação.

Conforme o secretário de Obras Públicas, Habitação, Segurança e Proteção Social, Mario Rossi, o município investiu, em 2021, mais de R$ 350 mil, com recursos próprios, em melhorias habitacionais, que envolveram 20 reformas e ampliação de moradias, 10 kit casas de madeira e a instalação de 12 postes com entrada RGE. Ele afirma que essa iniciativa vai continuar em 2022, e o objetivo é atender por volta de 200 famílias erechinenses, que se enquadram nos critérios do programa, nos próximos anos.

Rossi salienta que não foi feito mais, em 2021, devido ao fato dos materiais de construção terem chegado somente em julho do ano passado na prefeitura, em função da troca de governo e a pandemia do novo coronavírus (covid-19), que atrasou o repasse do material para as famílias selecionadas no programa, que ficam responsáveis pela execução das reformas e construção.  

De acordo com Rossi, o programa envolve muitos servidores públicos, por exemplo, o setor técnico da Habitação elabora e encaminha a compra dos kits de casas de madeira e diversos materiais de construção, que em seguida são liberados com a emissão das requisições para entrega desses materiais em processos abertos por meio do Departamento de Habitação.

A assistente social, Márcia Bitencourt, comenta que esse programa municipal visa trazer mais dignidade para as famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social, e não têm condições de melhorar a moradia, que nestes casos está completamente inabitável, precária, sem as mínimas condições de uso.  

A iniciativa do município evolve desde a troca do telhado, ampliação da moradia, como fazer uma nova cozinha, até uma casa nova de madeira de 40 metros quadrados. “São famílias extremamente pobres ou com renda que não permite que elas comprem no comércio local o material de construção. Assim, o município subsidia isso”, afirma a assistente social, Marcia Bitencourt. 

Beneficiária 

“Isso mudou completamente a minha vida”, afirma a auxiliar de limpeza, moradora do bairro Aeroporto, em Erechim, que foi uma das beneficiadas do programa municipal e recebeu o kit casa de madeira. “Ajudou muito, antes, entrava água na casa, eu passava frio com os meus três filhos, eu saía de casa e me preocupava com eles. Não é mais assim. Quero agradecer esse programa que me ajudou muito. Isso foi ótimo. Hoje, a situação mudou completamente, está muito melhor”, disse a beneficiaria.