Você está em: Home / Notícias / Hospital Santa Terezinha e 11ª CRS discutem ampliação de exames de mamografias

NOTICIAS

A+ A- texto
normal

HOSPITAL SANTA TEREZINHA
20 de Janeiro de 2022

Hospital Santa Terezinha e 11ª CRS discutem ampliação de exames de mamografias

Nesta quarta-feira (19), o diretor executivo da Fundação Hospitalar Santa Terezinha de Erechim (FHSTE), Jackson Arpini, esteve reunido com o coordenador Regional da 11ª Coordenadoria Regional de Saúde, Mário Ceron, para dialogar sobre demandas regionais, entre elas o aumento dos quantitativos pactuados para a realização de exames de mamografias.

 

O Hospital Santa Terezinha, através do Contrato Nº 2021/0101.0.00/2021, mantém serviços contratualizados com o Estado, através de tetos físicos orçamentários. “Em virtude da pandemia da Covid-19, originária na R16 em meados de 2020, infelizmente, ainda em curso, verificamos pelos nossos indicadores que nos períodos de agravamento ocorreu à paralisação de determinados serviços, o que acabou gerando um represamento”, explica Arpini. Muitas áreas da atenção terciária foram afetadas, entre elas a realização de exames de mamografia, para os quais a FHSTE é referência neste tipo de exame de imagem para a região de abrangência.

 

Segundo levantamento realizado junto aos municípios da 11ª CRS, o Hospital Santa Terezinha aponta que é necessário ampliar o quantitativo pactuado para minimizar ou vencer o represamento. “Por esta razão protocolamos junto a 11ª CRS a documentação no qual solicita estudo de viabilidade de ampliação, passando de 460 procedimentos/mês para 600 procedimentos/mês pelos próximos seis meses, o que possibilitará um incremento de mais 840 exames”, pontua Jackson Arpini.

 

A Casa de Saúde/SUS vem realizando mutirões para reduzir as filas de espera, e visa com essa medida ampliar a sua capacidade operacional. Segundo a direção os quantitativos realizados acima do pactuado não são ressarcidos pelo Estado, recaindo integralmente para as contas da instituição. “Estamos buscando alternativas para reduzir a espera, por essa razão protocolamos a intenção de aumento temporário”, explica o diretor executivo da FHSTE, Jackson Arpini.

 

Com a ampliação será possível suprir a demanda reprimida dos municípios atendidos pela FHSTE, reduzindo filas de espera e melhorando o prognóstico de eventuais agravos identificados nestes exames que auxiliam no tratamento precoce do Câncer de Mama.

 

“É importante colocar também que estamos ampliando a realização dos referidos exames para suprir parcialmente a demanda e no mês de dezembro, foram realizados exames acima da meta pactuada. No mês de janeiro estão ocorrendo mutirões de mamografias nos finais de semana, aos sábados pela manhã, igualmente com o mesmo objetivo”, finaliza Arpini.