Você está em: Home / Notícias / Prefeitura assina contrato com empresa da coleta de lixo

NOTICIAS

A+ A- texto
normal

MEIO AMBIENTE
04 de Janeiro de 2022

Prefeitura assina contrato com empresa da coleta de lixo

Na tarde desta terça-feira (04), a Prefeitura de Erechim, através da Secretaria de Meio Ambiente, emitiu contrato emergencial com a empresa Caroldo Prestação de Serviços Eireli, para a realização dos serviços de coleta de lixo seco e orgânico no município.

Com isso, a coleta do lixo no centro e bairros será normalizada a partir desta quarta-feira (05). Ainda, na noite de hoje, os caminhões da empresa realizarão a coleta na região Central de Erechim, devido ao grande acúmulo de resíduos, em virtude do rompimento do contrato pela antiga empresa que prestava o serviço desde 2019.

O contrato tem vigência de até 180 dias, a contar de 04 de janeiro de 2022 até 02 de julho de 2022. A contratação se deu de forma emergencial e o critério de escolha da empresa foi de menor preço.

Vale ressaltar que a Caroldo já presta os serviços de varrição e roçada para a Prefeitura de Erechim.

Outro ponto importante a destacar, foi a absorção de 85% no quadro dos funcionários que prestavam o serviço para a antiga empresa. Eles foram contratados pela Caroldo e seguirão desempenhando suas atividades normalmente.

Conforme destaca o secretário de Meio Ambiente, Cristiano Moreira, os horários de recolhimento do lixo permanecem inalterados e podem ser acessados através do site da Prefeitura de Erechim.

“Enquanto gestores públicos, agradecemos a população pela compreensão com o transtorno do recolhimento do lixo nos últimos dias. O rompimento do contrato pela empresa com a Prefeitura, especialmente no fim do ano, gerou um grande problema para a nossa comunidade. Prontamente colocamos nossas máquinas para trabalhar e realizar a coleta, porém somos sabedores que o serviço de coleta só é prestado com excelência por uma empresa especializada. Por isso, ainda, nosso agradecimento às equipes administrativas da Prefeitura que atuaram arduamente para que esse contrato fosse assinado e entrasse em vigor em tempo recorde”, afirma Cristiano Moreira.