Você está em: Home / Notícias / Solenidade e concerto marcam 60 anos e nova fase do Centro de Belas Artes Osvaldo Engel

NOTICIAS

A+ A- texto
normal

CULTURA E TURISMO
13 de Setembro de 2021

Solenidade e concerto marcam 60 anos e nova fase do Centro de Belas Artes Osvaldo Engel

Na noite deste domingo (12), aconteceu um concerto e uma solenidade para marcar os 60 anos da Escola Municipal de Belas Artes Osvaldo Engel e a nova fase do espaço para Centro de Belas Artes Osvaldo Engel – cultural, técnico e profissional. A atividade presencial/restrita para convidados e autoridades foi realizada no Centro Cultural 25 de Julho.

 

Temos a responsabilidade de conduzir os estudantes rumo a uma travessia ética, para uma vida digna e criativa, de autoconsciência, respeito a si mesmo e ao outro. Temos profissionais gabaritados, sempre dispostos a dar seu melhor em medir esforços em prol da educação de qualidade”, destacou a diretora da Escola, Darlene de Almeida Quadros.

 

No mês de abril do ano passado, a Escola Municipal de Belas Artes Osvaldo Engel completou 60 anos contribuindo para o desenvolvimento da arte e da cultura em Erechim. Aliando tradição, experiência e conhecimento técnico, o Belas Artes representa a excelência no ensino musical, na dança, no teatro e nas artes visuais. O momento também marcou a entrega de um reconhecimento ao arte educador e designer, Pedro Dalla Rosa, que foi o vencedor do concurso cultural para escolher um novo logotipo para marcar essa fase.

 

“Essa nova fase representa a decisão de um governo em aprimorar e fortalecer ainda mais o Belas Artes! Conhecemos o trabalho realizado pelos professores para a comunidade e isso precisa ser valorizado! Erechim tem uma Escola de renome, temos que dar continuidade a essa história”, explicou a secretária de Educação, Verenice Lipsch.

 

A noite também foi marcada por um concerto com a Orquestra e o Coro Belas Artes, sob regência do professor e maestro, Gleison Wojciekowski. O grupo também realizou uma homenagem à professora de dança e membro da Orquestra, Janaina Jurk Erkmann, que faleceu vítima de um trágico acidente de trânsito no dia 11 de agosto.

 

“É um momento de aprimoramento da instituição, mas também de reconhecimento de um trabalho de incentivo a cultura. De desenvolvimento das artes e da música”, enalteceu a presidente da Câmara de Vereadores, vereadora Ana Oliveira.

 

Os professores e funcionários da Escola também receberam um certificado de reconhecimento do desenvolvimento da arte e da cultura de Erechim.

 

“Essa nova fase trata da estética da produção cultural e de um modelo de financiamento para que isso ocorra, que nos coloque numa posição de destaque entre os Centros Públicos de Belas Artes, que têm qualidade pedagógica e que com essa adequação nos destaque como referência em pedagogia e produção artístico cultural”, pontua o secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Neidmar Alves.