Você está em: Home / Notícias / Procon alerta população sobre o golpe da Lista Telefônica

NOTICIAS

A+ A- texto
normal

PROCON
17 de Junho de 2021

Procon alerta população sobre o golpe da Lista Telefônica

A Diretoria do Procon – Sistema Municipal de Defesa do Consumidor alerta toda população, principalmente os empresários e comerciantes sobre o chamado “Golpe da Lista Telefônica” que está vitimando muitas pessoas nas últimas semanas.

 

Na maioria das vezes, esses golpes começam com os empresários recebendo uma ligação telefônica de pessoas que se identificam como de editoras de listas telefônicas ou empresas de publicidade, pedindo para atualizar os dados cadastrais com o intuito de renovar, sem custos, contrato de divulgação gratuita no site ou publicação em lista telefônica. Também é comum que a ligação seja atendida por um funcionário da empresa e os golpistas argumentam que, por se tratar de um serviço sem custos, o funcionário mesmo pode autorizar, ou é induzido a se qualificar como gerente da empresa e assinar.

 

Além disso, os golpistas enviam um documento por e-mail pedindo para o funcionário ou o empresário assinar, carimbar e devolver. O documento destaca os dados da empresa, mas, logo abaixo, em letras bem pequenas, aparece o valor do contrato, que geralmente é dividido em 12 parcelas de alto valor. Os golpistas miram no valor da multa que será cobrada quando a empresa for cancelar o contrato.

 

Segundo a diretora do Procon, Andressa Battisti, é preciso ter cuidado, pois trata-se de um contrato assinado, disfarçado de pedido de informação, com duração de três a quatro anos com multa para rescisão. “O golpe é feito com a intenção de enganar, tanto que, passados os sete dias do prazo de arrependimento, eles começam a cobrar algo que ainda nem venceu, pois, a intenção é receber logo a multa rescisória”, explica. Battisti também destaca que nenhum tipo de pagamento seja realizado nestes casos.

 

O Procon alerta ainda, que alguns golpistas chegam a ligar para as vítimas dizendo ser do Cartório de Protesto ou um escritório de advocacia, cobrando o pagamento do título, sob pena de protestá-lo. Nesse caso, a orientação é de cautela para quem cair no golpe, de não ceder ao ‘terrorismo’, não pagar nenhum boleto e se for ameaçado, dizer que conhece o golpe e que o mesmo é crime e que irá procurar seus direitos. Além disso, é importante procurar a Polícia Civil e registre uma ocorrência.

 

Orientações do Procon

 

- Oriente funcionários a jamais repassarem dados ou qualquer informação via telefone ou e-mail;

- Não efetue contratações por telefone ou verbalmente com quem você desconhece;

- Nunca forneça dados pessoais ou da empresa para desconhecidos;

- Não assine recibo, formulário, contrato ou qualquer espécie de documento sem ler todas as cláusulas;

- Não aceite documentos com campos em aberto que permitam o preenchimento posterior;

- Atentem para o fato que nenhum cartório liga para informar o protesto ou fazendo ameaças.

 

Para outras informações, a sede do Procon fica na Rua Carlos Miranda, 120 no centro. O horário de funcionamento é das 8h30 às 17 horas, de segunda à sexta-feira. Outras informações no telefone (54) 3520-7089 e pelo e-mail procon@erechim.rs.gov.br.