Você está em: Home / Notícias / Municípios da região mostram união e também acolhem bandeira preta

NOTICIAS

A+ A- texto
normal

GABINETE DO PREFEITO
20 de Fevereiro de 2021

Municípios da região mostram união e também acolhem bandeira preta

A direção da Associação de Municípios do Alto Uruguai (AMAU), presidida pelo prefeito de Erechim Paulo Polis, reuniu no início da tarde deste sábado (20), por videoconferência, os prefeitos do Alto Uruguai para discutir medidas que serão tomadas a partir da deliberação do Sistema de Monitoramento Controlado do Governo do Estado, que classificou a R16, pela primeira vez desde o início da pandemia, com Bandeira Preta (altíssimo risco).

 

Durante o encontro, após ouvir o Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus - que apresentou dados técnicos com ênfase à possibilidade de sobrecarga do sistema hospitalar (UTIs). O presidente Paulo Polis apresentou ações que já estão tomadas buscando ampliar a oferta de leitos, especialmente de UTI, nos hospitais regionais Santa Terezinha e Caridade.

 

O agravamento do cenário foi compreendido pelo colegiado de prefeitos, que em suas manifestações entenderam ser mais adequado, e responsável, o acolhimento pleno dos protocolos de bandeira preta em todos os municípios. Mostrando união e responsabilidade, os chefes do executivo do Alto Uruguai fecharam questão e assumiram o compromisso de reforçar a fiscalização quanto ao cumprimento das medidas, especialmente em relação à determinação do Estado de restringir a movimentação das pessoas das 22h às 5h, deste sábado (20) até o dia 2 de março, conforme Decreto 55764/21.

 

Os prefeitos também decidiram que reforçarão ações locais que visem estimular o cumprimento dos protocolos sanitários, como a lavagem de mãos, o uso de máscara e o distanciamento social.

 

Saiba mais

 

A Região 16, que compreende Erechim, os outros 31 da Amau e também Nonoai e Rio dos Índios, vem apresentando um aumento do número de casos ativos, estando atualmente, segundo o último boletim, com 627 casos. Desde o início da pandemia, já foram registrados 157 óbitos, sendo 16 só em fevereiro.