Você está em: Home / Notícias / RESPOSTA À POPULAÇÃO

NOTICIAS

A+ A- texto
normal

GABINETE DO PREFEITO
22 de Maio de 2020

RESPOSTA À POPULAÇÃO


 
 
A Secretaria Municipal de Saúde vem a público desqualificar a Nota de Repúdio publicada pelo Sindicato dos Municipários de Erechim na data de 21/05/2020, tendo em vista que o Secretário Municipal de Saúde, Dércio Nonemacher, juntamente com o Prefeito Municipal de Erechim, Luiz Francisco Schmidt, estão cumprindo com todos os protocolos implementados pelo Ministério da Saúde e Secretaria de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul no que tange aos cuidados, prevenção e enfrentamento da Pandemia do novo coronavírus. Acerca dos servidores públicos municipais, especificamente os Agentes de Combate a Endemias, todos estão munidos de equipamentos de proteção individual para a proteção contra os contágios do coronavírus e de outros vírus. Atentemos que existem comprovantes de entrega do material a todos os servidores, sendo que a obrigação de prestar a assistência e potencializar os cuidados com o empregado estão sendo cumpridas a risca pelo Poder Público. Não existe veracidade nas afirmações do SIME, sendo que qualquer deficiência deveras apontada foi suprida, bem como dada atenção especial aos colaboradores que se dispõe a permanecer atuando no Município e em prol da população. Destacamos que a Administração Municipal está atenta aos cuidados com todos, servidores, colaboradores e população em geral, ressaltando que não houve declarações desabonadoras ou desrespeitosas direcionadas à categoria, apenas declarando o Sr. Prefeito que existem vários tipos de trabalhadores com suas características específicas, inclusive vários perfis dentro de uma única categoria ou no serviço público em geral.
Destarte, inevitável refutar a incisiva especulação em cima do nome do Secretário Municipal de Saúde, o qual, em nenhum momento fez manifestações quanto aos fatos narrados, restringindo as falas na imprensa ao cunho científico e técnico de controle e prevenção de doenças, incluindo a atual COVID-19. A menção ao profissional é, no mínimo, desrespeitosa, ensejando um manifesto intento de exposição do profissional na esfera pública e particular.
 
Erechim, 22 de maio de 2020